O concentrador de oxigênio Mercury é muito interessante porque garante que o paciente possa realizar a sua oxigenoterapia com cuidado e eficiência.

Então, o aparelho oferece faz com que o organismo funcione de maneira correta. Porém, vale lembrar que este não é um aparelho de manutenção da vida, funcionando para nebulização e oxigenoterapia.

Por isso, o Mercury é indicado para uso domiciliar e também em clínicas ou hospitais, obedecendo sempre à prescrição médica.

Então, quais são as principais características do Concentrador Mercury?

O equipamento merece destaque porque tem uma saída única que funciona tanto para que o usuário consiga inalar o ar quanto para a oxigenação do paciente. Outros dispositivos desta categoria não funcionam assim.

Além disso, o Mercury é um dispositivo compacto e leve, possuindo alça fixa que auxilia na movimentação e mobilidade de quem o utiliza. Então, você pode fazer o seu tratamento com muita praticidade e sem desconforto.

Outros destaques do Mercury

  • Micronebulização e macronebulização com oxigênio;
  • Proteção contra picos anormais de energia;
  • Indicações sobre o funcionamento do aparelho, pureza do oxigênio e assistência técnica;
  • Fluxômetro, capaz de medir a quantidade do oxigênio
  • Ideal para terapia de baixo e alto fluxo;
  • A água utilizada pode ser destilada, filtrada ou fervida;
  • Cerca de 25% mais econômico que outros aparelhos;
  • Silencioso e confortável de usar;
  • Qualidade garantida com sistema de monitoramento e alarme.

Como cuidar corretamente do meu Concentrador Mercury?

O cuidado de uso e manutenção do seu equipamento é fundamental para extrair o melhor do seu dispositivo. Por isso, siga as dicas abaixo e tenha mais qualidade na sua terapia.

  • Não use óleo, graxa ou produtos inflamáveis próximos ao aparelho;
  • Evite outras fontes de alimentação ou filtros de ar diferentes dos que são fornecidos;
  • Não fume perto do equipamento, nem o deixe exposto a chamas;
  • Não obstrua o fluxo de ar do concentrador;
  • Faça a instalação em local ventilado, cuidando para não deixar o produto exposto a ações do clima e poluição que possam danificá-lo;
  • Não faça submersão em água;
  • Não ligue o seu Mercury com extensões ou adaptadores ligados a outros aparelhos.

O que achou deste concentrador? Ficou com alguma dúvida? Então, fale com nosso atendimento e tenha o suporte que você merece para respirar melhor! Com isso, não esqueça de continuar acompanhando o nosso blog!

Quer saber como funciona a Apneia do Sono e como tratá-la? Então, assista ao vídeo abaixo

Conheça o Cpap Airmini - Resmed