Apelo comercial

Fechar

CPAP Vital

  1. Xiiiii! Esqueci!

    Xiiiii! Esqueci!

    A partir da detecção de obstruções nas vias aéreas respiratórias, a tendência é que os níveis de oxigênio no organismo comecem a cair, gerando ao paciente perda de memória (principalmente a recente), sonolência excessiva durante o dia e dificuldade de concentração. Estudos apontam a apneia como um dos fatores de risco para ocorrências de AVCs e quadros de demência no ser humano. Quanto maior for o grau dos episódios, o risco também aumenta. O tratamento mais eficaz para casos de...
  2. O ronco barulhento do seu Carlos

    O ronco barulhento do seu Carlos

    Além da insônia, os distúrbios do sono mais frequentes no idoso são a sonolência diurna, o ronco e a apneia do sono.Estima-se que esses distúrbios afetam em torno de 50% das pessoas com mais de 65 anos. Um grande número de idosos apresenta alterações na qualidade do sono, principalmente as dificuldades para adormecer, sono fragmentado ou superficial. Nos idosos não são raros os casos de inversão do dia pela noite (acordado a noite e sonolento de dia). Uma das primeiras...
  3. Crianças com Síndrome de Down tem tendências desenvolver apneia

    Crianças com Síndrome de Down tem tendências desenvolver apneia

    As características físicas associadas à síndrome de Down, como pescoço curto, hipertrofia das amígdalas e adenoide, queixo pequeno, língua de tamanho menor, diminuição do tônus muscular e tendência à obesidade favorecem o aparecimento de apneias durante o sono nas crianças portadoras da Síndrome. É o que afirma estudo do Cincinnati Children’s Hospital Medical Center (EUA). O tratamento vai de terapias de educação postural, cirurgias para remover obstáculos à respiração, uso de medicações e psicoterapia, além de aconselhamento profissional – de...
  4. Roncar é normal?

    Roncar é normal?

    Lógico que não! Na apneia obstrutiva do sono podem ocorrer problemas seríssimos à sua saúde em geral e até, dependendo da gravidade, causar a morte! Desta maneira, em muitos casos, há uma necessidade de tratamento multidisciplinar que começa pelo seu cirurgião bucomaxilofacial! Ajude a si mesmo e, principalmente quem dorme com você (ou tenta dormir).
  5. Sintomas da apneia do sono pioram no inverno

    Sintomas da apneia do sono pioram no inverno

    Pesquisa desenvolvida pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), revela que, durante o inverno, devido a interferência das condições meteorológicas, como a umidade do ar, os níveis de poluição e a pressão atmosférica, os sintomas da apneia do sono sofrem o agravamento em função da elevação dos problemas nas vias aéreas, como congestões nasais e alergias, mais comuns nessa época.
  6. Os perigos de ficar sem dormir

    Os perigos de ficar sem dormir

    Ter uma boa noite de sono auxilia na saúde e na estabilização de seu metabolismo! Ao não dormir de maneira adequada, você aumenta seus níveis de cortisol e, consequentemente, aumenta sua frequência cardíaca e seus níveis de açúcar no sangue, assim como reduz a produção de insulina, o que dificulta o uso do açúcar pelo organismo. No início esse processo até é bom para seu corpo, mas a longo prazo irá trazer problemas como hipertensão arterial, diabetes e aumento da...
  7. TV, telefone celular e tablet alteram a qualidade do sono

    TV, telefone celular e tablet alteram a qualidade do sono

    O ecrã da televisão, do computador, do tablet e até do telefone celular é um inimigo a não se levar para a cama. Os aparelhos tecnológicos prejudicam a qualidade do sono porque emitem uma luz azul, tonalidade que atua como estimulante cerebral e impede o descanso. É nessas alturas que aparece a conhecida e temida insônia. Quando o olho humano está exposto a essa luz, o cérebro entende que deve produzir menor quantidade de melatonina, que é o hormônio do sono...
  8. O que comer para dormir melhor?

    O que comer para dormir melhor?

    A dificuldade de dormir ou de manter um sono continuo é um problema vivido por muitas pessoas, e muitas vezes está relacionada a alimentação. Alguns alimentos auxiliam o organismo a ter um sono prolongado e com qualidade. Estes alimentos possuem substâncias promovem sensação de bem-estar, como o triptofano, aminoácido percussor da serotonina e da melatonina. O triptofano pode ser encontrado em alimentos como clara de ovo, soja, queijo magro e frango, contribuem para a indução do sono
  9. Dormir emagrece ou engorda?

    Dormir emagrece ou engorda?

    O assunto “dormir emagrece ou engorda” ganha a cada dia mais destaque entre os especialistas. Estudos comprovam que uma noite mal dormida pode causar acidentes no trabalho, baixa resistência ao stress e infecções, além de ter relação íntima com doenças como depressão, fibromialgia e a obesidade. Dormir 8 horas por dia pode ajudar a emagrecer, porque diminui o grau de ansiedade que em geral está relacionada à compulsões alimentares e hábitos irregulares de alimentação. A dica é ter uma dieta...
  10. O que é Polissonografia?

    O que é Polissonografia?

    A Polissonografia é um exame que registra as ondas cerebrais, o nível de oxigênio no sangue, freqüência cardíaca e respiratória, assim como os movimentos dos olhos e nas pernas durante o estudo. Ajuda a diagnosticar distúrbios do sono e é usada para ajustar o seu plano de tratamento, se você já tiver sido diagnosticado com um distúrbio do sono. A polissonografia monitora seus estágios do sono e ciclos para identificar se, ou quando seus padrões de sono são interrompidas e...
  11. Ronco: como ele afeta quem dorme ao seu lado

    Ronco: como ele afeta quem dorme ao seu lado

    O ronco é o sinal de algo não anda bem na sua respiração durante a noite de sono, significa que está havendo uma redução da passagem de ar, isso pode ocorrer devido a vários motivos, como excesso de peso, inflamação nas amígdalas, dentre outros. O mais importante é saber que estudos já sugerem, que a vibração causada pelo ronco pode deslocar placas de ateroma e causar um infarto, além disso ele pode ser um sinal de redução da oxigenação do...
  12. Doenças mentais e sono

    Doenças mentais e sono

    Antes de mais nada, quem tem dificuldade para pegar no sono sabe que os efeitos de uma noite mal dormida não acabam quando o dia começa. Olheiras, fadiga, olhos secos, dificuldade de se concentrar e irritação são algumas das respostas do corpo à privação de sono. Então, qual a relação entre doenças mentais e sono ? Então, estudo feito pela Universidade Tecnológica de Swinburne, na Austrália, defende que a insônia e doenças mentais estão bastante interligadas. Ou seja, existe uma...

Itens 289 a 300 do total de 300