Existem vários motivos que causam uma péssima noite de sono. Até mesmo eu, que sou uma pessoa sem nenhum problema respiratório, já passei e ainda vou passar por noites de sono que não vão ser suficientes para eu descansar e ter disposição durante o próximo dia.

Seja por um dia muito estressante no trabalho, ou então por causa de uma apneia obstrutiva do sono, é fato que todos vão ter uma noite de sono ruim em algum momento da vida.

Nem mesmo os bebês se livram disso. Entenda abaixo quais são os principais motivos, patológicos ou não, para que isso ocorra.

Má qualidade do seu sono

Não adianta você se deitar cedo ou acordar tarde, pois dormir em grande quantidade de horas não significa necessariamente que você terá uma noite de sono satisfatória.

Muitas pessoas relatam que, apesar de dormir as horas necessárias, acordam com uma sensação que não descansaram.

Estresse e ansiedade

Motivos psicológicos estão por trás de uma boa parcela das noites de sono mal aproveitadas. Quem tem tendência a ficar mais ansioso certamente demora mais para pegar no sono e fica horas brigando com o travesseiro e as cobertas.

Quando se tem um dia difícil no trabalho, ou quando o indivíduo passa por uma situação complicada, é natural que isso afete as noites de sono.

Hábitos alimentares

A forma como o ser humano se alimenta interfere diretamente na qualidade da sua noite.

Por isso, se você come demais durante a noite, ou se ingere alimentos pesados (ricos em carboidratos), é muito provável que isso atrapalhe o seu momento de descanso.

Poluição luminosa

A luz é um regulador e estimulador do processo de descanso humano. A natureza nos programou, através de um hormônio chamado melatonina, para que o organismo saiba exatamente a hora de dormir e de ficar alerta.

Por isso, quem recebe estímulos luminosos, principalmente com luz de raio azul, antes de se deitar, terá dificuldade para dormir.

Apneia

Existe uma disfunção respiratória que causa obstrução das vias aéreas da pessoa enquanto ela dorme. Essa doença é chamada apneia do sono e atinge boa parte da população mundial.

Os principais sintomas são ronco, sensação de sufocamento, vários despertares durante a madrugada e acordar com dor de cabeça.

Se você não está conseguindo dormir bem, pode ser que você esteja passando por uma das situações descritas acima.

Por isso, o mais recomendado é procurar um especialista em sono e avaliar o seu caso. Então, continue acompanhando o nosso blog!