Cada pessoa tem um padrão de sono. A ciência descobriu que o melhor momento de descanso para o ser humano é o noturno.

Mas, enquanto alguns dormem com mais facilidade, outros têm mais dificuldade. Alguns sentem muita sonolência durante o dia, já outros ficam mais despertos pela manhã.

Você é o tipo de pessoa que precisa cochilar durante o dia ou uma noite de sono já é suficiente para que você consiga render conforme o esperado?

O que foi descoberto a respeito do sono leve e do sono profundo? Como o nosso organismo se comporta enquanto tiramos uma soneca?

É o que você vai saber logo abaixo.

Fases do sono – O cochilo

Quando o indivíduo adormece, ele entra primeiramente em um sono mais leve.

Ali, é mais fácil despertar e o cérebro ainda percebe certos estímulos externos.

Muitas pessoas relatam um estado de semiconsciência, no qual o corpo está relaxado, porém ainda é possível perceber o que acontece no ambiente.

Os cientistas descobriram que é menos provável que você consiga sonhar cochilando.

Além disso, os níveis das ondas cerebrais estão mais baixos.

Durante o cochilo, é possível ocorrer secreção dos hormônios. Além disso, cochilar é muito recomendado por cerca de 40 minutos, após o almoço.

Mas, aqui é necessário um cuidado: os especialistas não orientam para que você durma mais tempo durante o dia, pois isso pode atrapalhar o descanso da noite, que é mais reparador.

Fases do sono – O sono profundo

Conforme o tempo dormindo se prolonga, o corpo avança para um estado maior de sonolência, no qual o tônus muscular diminui, ocorrendo um relaxamento mais intenso do organismo.

Além disso, é possível perceber uma diminuição da temperatura corporal.

Então, nesta fase, já não é mais possível perceber os acontecimentos do meio externo e os sonhos aparecem.

Quem consegue chegar nesse nível de sono tem mais chances de descansar e sentir mais vigor para o próximo dia.

Viver apenas cochilando, ou com privação do sono à noite, pode causar uma série de problemas físicos e emocionais.

Você dorme muito ou é o tipo de pessoa que depende mais de cochilos? Como isso tem afetado a sua rotina?

Conte para a gente nos comentários e siga acompanhando o blog!