Antes de mais nada, é preciso enfatizar os problemas causados pelo uso do cigarro. Então, o cigarro como a maioria das pessoas já sabem é extremamente lesivo para o corpo, atingindo, os pulmões, rins, bexiga, coração e muito mais. Além disso o cigarro é extremamente incômodo socialmente falando, a pessoa que fuma transmite um odor desagradável, que fica impregnado nas roupas e ambientes que esta pessoa circula. Além disso, a halitose (mau hálito) é bem comum em fumantes.

O fumante passivo também é uma vitima do cigarro, pode sofrer de doenças pulmonares e outros tipos associadas ao fumo. Conviver com um fumante faz com que a pessoa esteja exposta a quase todos os problemas do cigarro. Portanto, é importante lembrar que o cigarro não prejudica apenas quem fuma e sim, todos ao seu redor.

Doenças causadas pelo cigarro

Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), é uma das consequências do fumo, ou seja, o indivíduo que fuma lesiona os pulmões. Isso acontece devido aos componentes químicos, que destroem as áreas de trocas gasosas com o sangue. Então, com estas áreas destruídas, a pessoa tem dificuldade de captar oxigênio e exalar gases nocivos. Estes pacientes costumam necessitar com a evolução da doença, de oxigênio suplementar e VNI. Além disso, o cigarro pode desenvolver diversos tipos de câncer, problemas cardíacos (quem fuma tem maior risco de ter infarto) e trombos.

Sono

Mas o que o cigarro tem a ver com o sono ? Então, é sabido que a nicotina, um componente presente no cigarro, é um estimulante, ou seja, quem fuma próximo a hora de dormir tem dificuldade de pegar no sono. Além disso estudos mostram que fumantes têm maior dificuldade para dormir que outras pessoas, isso devido a presença da nicotina. O sono é fundamental para a recuperação do organismo, portanto, uma noite mal dormida pode gerar diversas outras consequências.

Se você já sofre das consequências do cigarro e precisa comprar equipamentos de suplementação de O2 e VNI, conheça nossas lojas e clique aqui!